top of page
Maracujá Ornamental - Passiflora racemosa

Maracujá Ornamental - Passiflora racemosa

 

A Passiflora racemosa, também conhecida como flor-da-paixão, maracujá-vermelho ou maracujá-de-flor-vermelha, é uma espécie de planta trepadeira pertencente à família Passifloraceae. Originária do Brasil, essa planta é valorizada tanto por suas flores deslumbrantes quanto por seu vigoroso hábito de crescimento.

 

Aparência:

Folhas: As folhas da Passiflora racemosa são verdes, brilhantes e trilobadas, com margens lisas. Elas têm um aspecto lustroso e são dispostas alternadamente ao longo dos caules.

Flores: As flores são grandes, vistosas e de um vermelho intenso, podendo medir até 12 cm de diâmetro. As flores apresentam uma estrutura complexa e exótica, típica das passifloras, com uma coroa de filamentos coloridos no centro. As flores surgem em racemos, o que significa que aparecem em cachos ao longo de um eixo central.

Frutos: Embora a planta produza frutos, eles são menores e menos saborosos do que os de outras espécies de Passiflora, como o maracujá comum (Passiflora edulis). Os frutos são ovais e contêm numerosas sementes envoltas em polpa gelatinosa.

 

Cuidados:

Luz: Prefere pleno sol para florescer abundantemente, mas pode tolerar sombra parcial. A exposição direta ao sol é ideal para um crescimento vigoroso e uma floração intensa.

Água: Requer rega regular, especialmente durante os períodos de crescimento ativo e floração. O solo deve ser mantido úmido, mas bem drenado, para evitar o encharcamento.

Solo: Cresce bem em solos férteis, ricos em matéria orgânica e bem drenados. Adicionar composto orgânico pode melhorar a saúde geral da planta.

Temperatura: Prefere climas quentes e é sensível ao frio intenso. Deve ser protegida de geadas, sendo ideal cultivá-la em climas tropicais e subtropicais.

Suporte: Como planta trepadeira, necessita de suporte para crescer, como treliças, pérgulas ou cercas. Seus caules flexíveis podem ser guiados e amarrados para cobrir estruturas verticais.

 

Propagação:

A Passiflora racemosa pode ser propagada por sementes ou estacas. As sementes devem ser plantadas em solo leve e mantidas úmidas até a germinação. As estacas devem ser cortadas de ramos saudáveis e enraizadas em um meio úmido e bem drenado.

 

Utilização:

Paisagismo: Devido às suas flores vistosas e hábito de crescimento trepador, é ideal para cobrir pérgulas, treliças, cercas e outros suportes verticais. Pode ser usada para criar pontos focais coloridos e atraentes no jardim.

Atratividade para Polinizadores: As flores da Passiflora racemosa atraem abelhas, borboletas e outros polinizadores, contribuindo para a biodiversidade do jardim.

Decoração: As flores exóticas e vibrantes podem ser usadas em arranjos florais para adicionar um toque tropical e colorido.

 

Benefícios Adicionais:

Estética: Suas flores exóticas e coloridas fazem dela uma planta altamente ornamental.

Vigor: É uma planta vigorosa e de rápido crescimento, ideal para cobrir rapidamente estruturas no jardim.

Biodiversidade: Contribui para a biodiversidade do jardim ao atrair polinizadores e fornecer abrigo para pequenos animais.

WhatsApp
bottom of page