top of page
Cacto Amendoim

Cacto Amendoim

 

O cacto amendoim, conhecido cientificamente como Echinopsis chamaecereus, é uma planta suculenta popular devido à sua forma única e suas flores vibrantes. Abaixo está uma descrição detalhada desta planta:

 

Descrição Geral:

Nome Comum: Cacto Amendoim
Nome Científico: Echinopsis chamaecereus
Família: Cactaceae

 

Características dos Caules:

Forma: Os caules são cilíndricos e segmentados, lembrando amendoins ou dedos.

Tamanho: Cada segmento do caule pode crescer até 10 cm de comprimento e 2 cm de diâmetro.

Cor: Verde claro, com pequenos espinhos brancos ou amarelados.

Textura: Superfície recoberta por pequenos espinhos finos e macios.

 

Características da Planta:

Tamanho: A planta forma um aglomerado denso de caules, podendo atingir até 15-20 cm de altura e se espalhar até 30-60 cm de largura.

Crescimento: Cresce de maneira horizontal, espalhando-se ao longo do solo ou do vaso.

Flores

Forma: As flores são grandes e vistosas, surgindo na primavera e no verão.

Cor: Normalmente vermelho-alaranjadas, mas podem variar para tons de amarelo e rosa.

Tamanho: Podem chegar a 5 cm de diâmetro.

Duração: As flores são de curta duração, abrindo-se durante o dia e fechando à noite, com cada flor durando apenas alguns dias.

 

Cultivo e Cuidados:

Luz: Prefere luz solar direta, mas pode tolerar sombra parcial. Idealmente, deve receber algumas horas de sol direto por dia.

Água: Regue moderadamente durante a estação de crescimento (primavera e verão), permitindo que o solo seque completamente entre as regas. Reduza a rega no outono e mantenha quase seco no inverno.

Solo: Necessita de um solo bem drenado, idealmente uma mistura para cactos que contenha areia grossa ou perlita.

Temperatura: Tolerante a uma ampla faixa de temperaturas, mas prefere climas quentes. Pode tolerar leves geadas, mas é melhor proteger a planta de temperaturas abaixo de 5°C.

Umidade: Prefere baixa umidade e boa circulação de ar para prevenir apodrecimento e doenças fúngicas.

 

Propagação:

A propagação é geralmente feita por divisão dos caules. Basta cortar um segmento do caule e deixá-lo secar por alguns dias antes de plantá-lo em solo bem drenado.

 

Problemas Comuns:

Pragas: Pode ser afetado por cochonilhas e ácaros.

Doenças: Podridão radicular pode ocorrer se a planta for mantida em solo encharcado ou em ambientes com pouca circulação de ar.

 

Usos:

Ornamentação: Popular como planta de interior e em jardins de suculentas devido à sua aparência única e flores vibrantes.

Paisagismo: Usado em jardins de pedra, jardins desérticos e em vasos pendentes.

 

Curiosidades:

Origem: Nativo das regiões montanhosas da Argentina, onde cresce em altitudes elevadas.

Florífero: Conhecido por sua capacidade de produzir flores em grande quantidade, tornando-se uma atração durante a estação de floração.

WhatsApp
bottom of page