top of page
Jibóia Comum - Epipremnum pinnatum

Jibóia Comum - Epipremnum pinnatum

 

A planta Jibóia Comum, também conhecida como Epipremnum aureum ou Pothos, é uma das plantas de interior mais populares devido à sua resistência, facilidade de cuidado e aparência atraente. Originária das Ilhas Salomão, é uma planta trepadeira que pode ser cultivada tanto em ambientes internos quanto externos.

 

Aparência:

Folhas: As folhas são em formato de coração e podem variar em tamanho, normalmente entre 10 a 20 cm de comprimento. Apresentam uma cor verde brilhante com manchas ou variações de verde claro e amarelo.

Crescimento: É uma planta de crescimento rápido e pode atingir vários metros de comprimento, especialmente quando cultivada em ambientes favoráveis. As videiras podem ser deixadas pendentes ou apoiadas em suportes para trepadeiras.

Raízes Aéreas: A Jibóia desenvolve raízes aéreas que ajudam a planta a se fixar em superfícies verticais.

 

Cuidados:

Luz: Prefere luz indireta brilhante, mas é muito tolerante e pode prosperar em condições de baixa luminosidade. Evite a exposição direta ao sol, que pode queimar as folhas.

Água: Deve ser regada quando o solo estiver seco ao toque. É importante não deixar o solo encharcado para evitar o apodrecimento das raízes. Em geral, regas uma vez por semana são suficientes.

Solo: Requer um solo bem drenado. Uma mistura de terra comum para vasos com um pouco de perlita ou areia é adequada.

Temperatura: Cresce bem em temperaturas entre 18°C e 30°C. Não tolera temperaturas abaixo de 10°C.

Umidade: Prefere umidade moderada, mas adapta-se bem a condições de baixa umidade típicas de ambientes internos.

 

Propagação:

A propagação da Jibóia é simples e pode ser feita por estacas de caule. Corte um segmento do caule com pelo menos um nó (onde as raízes se desenvolverão) e coloque-o em água ou solo até que as raízes se formem.

 

Utilização:

Decoração: Devido ao seu crescimento vigoroso e folhas decorativas, a Jibóia Comum é frequentemente usada em cestos pendentes, vasos de mesa e jardins verticais.

Purificação do ar: Como outras plantas de interior, a Jibóia é eficaz na purificação do ar, ajudando a remover toxinas como formaldeído, benzeno e xileno do ambiente.

 

Benefícios Adicionais:

Baixa Manutenção: Ideal para iniciantes em jardinagem devido à sua resistência e baixa necessidade de cuidados específicos.

Versatilidade: Pode ser cultivada em água ou solo e adaptada a diferentes estilos de decoração, desde cestas suspensas até treliças verticais.

WhatsApp
bottom of page